Neste artigo, você encontrará soluções para corrigir o erro do CHKDSK - não é possível abrir o volume para acesso direto, que ocorre ao verificar discos como HDs corrompidos, unidades USB, HDs externos e assim por diante. Existem três soluções eficazes no total.

CHKDSK – Não é Possível Abrir o Volume Para Acesso Direto

É possível constatar que diversas pessoas enfrentam esse mesmo problema ou passam por aborrecimentos semelhantes:

Recentemente, tentei mover alguns arquivos de um HD de armazenamento para uma unidade USB. A transferência dos arquivos nunca foi concluída. Depois de esperar cerca de 30 minutos para ver se algo acontecia, tentei encerrar a transferência. Nada funcionou. Na minha frustração, acabei de reiniciar o PC. Agora, o PC está tendo problemas com o HD em questão. O PC não consegue ler o HD. Executei um CHKDSK para ver o que está acontecendo. Quando executo o CHKDSK, ele diz "Não é possível abrir o volume para acesso direto". Socorro! Obrigado. de Geeks To Go

O Prompt de Comando CHKDSK é uma ferramenta de reparo de disco rígido que permite reparar HDs, unidades USB, discos rígidos externos ou cartões Micro SD corrompidos. Certamente, quando você não consegue ler um dispositivo, pode tentar verificá-lo e corrigi-lo com o CHKDSK.

Entretanto, às vezes, quando você deseja executar o CHKDSK em uma partição, é possível que encontre a mensagem de erro CHKDSK – Não é possível abrir o volume para acesso direto. Esse problema pode ocorrer devido a um verificador de vírus ou ferramenta de monitoramento de disco externa e impede a correção das unidades de armazenamento de dados.

 receber o volume não pode abrir por erro de acesso direto

O que pode ser feito? Não se preocupe, pois este post traz soluções que podem ajudar.

Nas seções a seguir, serão listadas 3 soluções para corrigir o erro CHKDSK – Não é possível abrir o volume para acesso direto. Você precisará de ferramentas próprias do Windows, de um excelente software de recuperação de dados e de um gerenciador de partições gratuito.

1ª Solução: Desative Quaisquer Serviços Externos que Possam Bloquear a Partição

O motivo que faz com que não seja possível abrir o volume para acesso direto pode ser um aplicativo de terceiros, como um verificador de vírus ou uma ferramenta de monitoramento de disco, que esteja bloqueando a partição que você deseja verificar. Como resultado, você pode tentar os seguintes passos para desativar esse serviço externo.

Passo 1: Pressione Windows (o ícone logo atrás de Ctrl no teclado) e a letra R ao mesmo tempo para abrir a caixa Executar.

Passo 2: Digite services.msc e clique em OK. Em seguida, a janela Serviço será exibida.

Passo 3: Na lista Serviços (Local), localize o respectivo serviço de terceiros: por exemplo, o verificador de vírus ou a ferramenta de monitoramento de disco.

Passo 4: Clique com o botão direito do mouse no serviço específico e selecione Propriedades para executar uma verificação.

Passo 5: Altere o Tipo de inicialização para Desativado para quaisquer aplicativos de terceiros e clique em OK.

Passo 6: Saia dos Serviços, reinicie o computador e tente executar o CHKDSK novamente para verificar se a mensagem de erro “não é possível abrir o volume para acesso direto” desapareceu.

2ª Solução: Desinstale Qualquer Software de Terceiros

Se você continuar a receber a mensagem de erro “CHKDSK – Não é possível abrir o volume para acesso direto” no Windows 10, tente desinstalar o software de terceiros que pode estar bloqueando a sua partição. Veja os passos detalhados abaixo:

Passo 1: Clique com o botão direito do mouse no botão Iniciar, no canto inferior esquerdo da tela do computador (o mesmo ícone do Windows) e clique em Painel de Controle.

Passo 2: Encontre Programas e clique em Desinstalar um programa.

Passo 3: Selecione o software de terceiros que pode estar bloqueando a partição e clique em Desinstalar. Nesse momento, será solicitado que você confirme se realmente deseja ou não fazer isso. Clique em Sim.

Passo 4: Feche esta janela, reinicie o computador e execute o CHKDSK para verificar se você continua a receber a mensagem do erro.

Se as soluções mencionadas acima não resolverem o problema e você continuar a receber o alerta “CHKDSK – não é possível abrir o volume para acesso direto” para o HD externo, unidade USB ou cartão SD, etc., sugerimos recuperar os dados da unidade e formatá-la para o seu estado normal.

A última solução será fornecida aqui, com foco na correção do erro “CHKDSK – Não é possível abrir o volume para acesso direto” para USB, HD externo, cartão SD e assim por diante. Tomaremos um drive USB como exemplo.

3ª Solução: Recupere os Dados da Unidade e Formate-a Para o Seu Estado Normal

Para corrigir o erro “CHKDSK – Não é possível abrir o volume para acesso direto” em uma unidade externa, dispositivo USB ou outros dispositivos de armazenamento, uma boa maneira de tentar resolver o problema consiste em recuperar os dados da partição específica e formatá-la.

Passo 1: Recuperar Dados com o MiniTool Power Data Recovery

SAIBA MAIS: O CHKDSK Excluiu os Seus Dados? Recupere-os em Poucos Passos

Para recuperar dados de um disco rígido, unidade USB, cartão SD, etc., você apenas precisa de um excelente software de recuperação de dados. Devido à sua facilidade de operação e alta segurança, recomendamos aqui o MiniTool Power Data Recovery.

A edição de teste deste programa não pode salvar os dados recuperados, mas consegue verificar a partição de destino em busca dos dados perdidos. Se você quiser experimentá-lo, clique no botão abaixo para fazer o download.

Download grátis

O MiniTool Power Data Recovery possui quatro módulos: Este PC, Unidade de Disco Removível, Unidade de Disco Rígido e Unidade de CD/DVD.

  • Se você deseja recuperar dados de uma partição logicamente danificada, partição formatada ou partição RAW, escolha Este PC.
  • Se você estiver tentando recuperar dados de uma unidade flash USB, cartão SD, cartão de memória, pen drive ou similares, use o modo Unidade de Disco Removível.
  • Se você deseja recuperar dados de uma partição perdida/excluída, a Unidade de Disco Rígido pode atender às suas necessidades.
  • Se o seu objeto de recuperação for um CD ou DVD danificado ou arranhado, o modo Unidade de CD/DVD estará esperando por você.

A recuperação de dados de uma unidade flash USB com o módulo Unidade de Disco Removível servirá como uma demonstração para você. Primeiro, você precisa instalar o programa no seu PC e depois conectar o USB ao computador. Os passos detalhados serão mostrados a seguir.

Passo 1: Conecte o USB ao computador e inicie o MiniTool Power Data Recovery para acessar a interface Este PC por padrão. Clique em Unidade de Disco Removível. Clique duas vezes na unidade USB ou clique em Verificar após selecionar o USB. Em seguida, o software começará a verificá-lo.

encontre o USB e comece a digitalizar

Tip: As configurações nessa interface ajudam a encontrar os arquivos de destino rapidamente ao selecionar tipos de arquivos específicos.

Passo 2: Após a verificação, os resultados serão exibidos na interface de resultados da verificação e você precisará escolher os arquivos desejados. Os resultados listarão apenas 10 partições no máximo.

Tip: Você pode clicar em Exibir Mais Partições para carregar mais se as partições exibidas não contiverem os dados desejados. Entretanto, se o número de partições encontradas não exceder 10, você não verá o botão.

selecione os arquivos desejados após verificar

Se você tiver problemas para encontrar os arquivos desejados, esses botões podem ajudá-lo a encontrá-los rapidamente. Você só precisa clicar neles e fazer algumas configurações avançadas na interface pop-up:

  1. Caminho exibe os arquivos que você está procurando de acordo com o caminho específico em que os armazenou.
  2. Tipo exibe os arquivos por tipo.
  3. Exibir Arquivos Perdidos permite que o programa mostre apenas arquivos perdidos.
  4. Filtrar foi criado para filtrar os arquivos encontrados por nome/extensão, tamanho, data e assim por diante. Você também pode optar por exibir arquivos apagados, perdidos ou normais de acordo com suas necessidades.
  5. Buscar é uma ótima opção para ajudá-lo a encontrar os arquivos de destino precisamente se você se lembrar do nome do arquivo ou da pasta perdida.
Tip: Para uma pesquisa precisa, você pode utilizar a Correspondência por Inicial ou Correspondência por Palavra. A primeira opção requer que você preste atenção à letra maiúscula e minúscula do nome do arquivo, enquanto a segunda requer que você digite o nome completo do arquivo sem preocupar-se com a capitalização.

A propósito, a Visualização é utilizada para visualizar 70 tipos de arquivos do resultado da verificação. Somente os arquivos menores que 100 MB podem ser visualizados. Você pode usar essa função para garantir que os arquivos escolhidos são realmente aqueles necessários.

Passo 3: Após marcar todos os arquivos desejados, clique em Salvar para recuperar os dados de uma unidade flash USB com êxito. Na edição de teste, você verá uma mensagem na interface abaixo:

shows de massagem não podem salvar com sucesso

Como mencionado acima, a edição de teste não oferece suporte para salvar dados, mas pode verificar o dispositivo de armazenamento. Para restaurar arquivos perdidos, você precisa fazer o upgrade desse freeware para a edição completa a fim de atender às suas demandas.

Clique para tweetar

Um conselho: Quando você estiver prestes a salvar os dados recuperados, é melhor armazenar esses arquivos em outro disco em caso de sobregravação.

SAIBA MAIS: Dicas Sobre Como Recuperar Dados do Disco Rígido Após a Análise

Passo 2: Formatar a Partição com o MiniTool Partition Wizard

Você provavelmente sabe que formatar uma partição é um recurso que pode ajudá-lo a resolver problemas como não conseguir abrir a partição ou alguns outros erros semelhantes. No entanto, você deve estar ciente de que todos os dados na partição de destino serão excluídos neste processo.

Você não precisa se preocupar com problemas de dados, pois o MiniTool Power Data salva os dados para você primeiro. Portanto, agora você pode formatar a partição tranquilamente. Para formatar a partição, você pode utilizar um gerenciador de partições de terceiros. O MiniTool Partition Wizard é uma ótima opção.

Este software é um gerenciador de partições gratuito. Para gerenciar bem seu disco, ele oferece muitas funções, como Converter FAT em NTFS, Copiar partições e assim por diante. Obviamente, Formatar Partição é um desses recursos, e ele se encontra disponível na edição gratuita deste software.

Os passos detalhados serão mostrados mais tarde. Antes disso, clique no botão a seguir para obter o Partition Magic.

Download grátis

Passo 1: Primeiro, você precisa instalar este programa no seu PC. Em seguida, conecte o USB ao computador.

Passo 2: Execute esta ferramenta clicando em seu ícone ou selecione Abrir após clicar com o botão direito do mouse. Abra-o em sua interface principal selecionando Iniciar Programa.

iniciar a sua interface principal

Passo 3: Selecione Formatar Partição no painel de ação esquerdo após escolher a partição de destino.

começar a formatar

Passo 4: Nesta parte, é necessário redefinir os parâmetros para a partição USB, incluindo a etiqueta da partição, o sistema de arquivos e o tamanho do cluster. Basta reconfigurar esses parâmetros de acordo com suas próprias necessidades, ou você pode mantê-los na configuração padrão.

redefinir os parâmetros da partição

Passo 5: Bem-vindo ao último passo. Agora, você pode visualizar esta partição USB formatada na interface principal. Caso ela atenda às suas necessidades, clique em Aplicar no canto superior esquerdo para efetuar a alteração.

salve a mudança

Agora a unidade USB está formatada com sucesso. É hora de verificar se o erro “CHKDSK – Não é possível abrir o volume para acesso direto” no USB foi resolvido.

Clique para tweetar

Considerações Finais

Esperamos que esses três métodos possam ajudá-lo a resolver o erro do CHKDSK – Não é possível abrir o volume para acesso direto. Se você tiver alguma sugestão referente ao problema “CHKDSK – Não é possível abrir o volume para acesso direto” ou qualquer dúvida ao usar o software MiniTool, informe-nos deixando um comentário ou envie um e-mail para [email protected].

  • Linkedin
  • Reddit